GorZOO Wild – Meu primeiro jogo

Os primeiros passos do GorZOO da ideia a interface

setembro 7, 2017 - Games, GorZOO Wild

Depois de um ano e meio trabalhando nessa ideia, digo que foi reconfortante relembrar todos os passos que dei para chegar no resultado de tive, a maioria dos rascunhos não vão significar muito para quem os está vendo pelo primeira vez mas para mim tem decisões ali que sei que me ajudaram a traçar os caminhos que trilhei.

Para quem ainda está iniciando ou no meio do caminho do seu primeiro jogo, esse foi o meu método , portanto não é uma fórmula mas é como eu consegui publicar meu primeiro jogo.

Ideia

Eu tinha uma ideia, só uma ideia. Depois de ver entrevistas, conversas e tudo que a internet pode propiciar de informação transformei a minha ideia em um projeto.

Estudei um pouco sobre game design, 2 livros que me ajudaram muito foram:

Entre processar todas as possibilidades que tinha e começar a entender o fluxo de desenvolvimento de um jogo, segui alguns os conselhos e:

Fiz um GDD (game design document) – que rapidamente ficou desatualizado, mas que sempre quando eu precisava tomar uma decisão a respostas parecia estar ali.

Isso quer dizer, que eu tinha:

Assim como o publico escolhido me direcionava para um nível de complexidade mais baixo, ótimo para um primeiro projeto, ele também me trazia um novo problema. Esse público não sabe ler, então todas as escolhas de design e interface foram pensadas para que não fosse necessário nenhum texto explicativo, parece simples mas foi uma limitação bem desafiadora.

Agora eu precisava de um clima como seria a cara do jogo, cores  e muito mais… precisava de um conceito visual.

Conceito + Logo

O jogo seria 100% autoral é a minha visão sobre o problema e nada mais. Na maioria dos benchmarks que fiz em outros jogos para o mesmo publico o uso de animais é recorrente, então de cara esse foi tema escolhido, seria o meu Zoológico –  Zoológico do Gorzoni ou simplesmente “GorZOO”.

Depois e pegar muitas referencias e olhando tudo o que tenho arquivado essas imagens são as que mais vejo que influenciaram no meu resultado:

paisagem lowpoly

raposa bonitinha

Fui para a prancheta:

 

Chegando nessas cores, e no visual de 3d “low poly” que eu queria dar, comecei a pensar em um mundo, um pequeno planeta como o Pequeno Principe e ai surgiu a estrutura dos círculos que cria o ambiente do jogo.

O jogo se passa exatamente onde está a janelinha, na ultima imagem.

E finalmente tínhamos um conceito visual fechado, um clima  de como seria o visual desse game que ainda não era nada.

 

Próximo passo a interface!